Qimonda passa a chamar-se Nanium

Qimonda

A nova Qimonda que se irá chamar Nanium, vai ter accionistas como o Estado, o banco BCP e o BES, voltando assim de novo à actividade já no início do próximo ano com cerca de 380 funcionários.

A Infineon e a Nanium (Qimonda) têm já um acordo para o fabrico de memórias à semelhança do que acontecia anteriormente.

Qimonda

A Qimonda Portugal, situada em Vila do Conde, dedica-se ao fornecimento de serviços de manufactura e engenharia na área de negócios de semicondutores, operando em particular nas áreas de montagem e teste de produtos de memórias DRAM (Dynamic Random Access Memories).

Estas memórias destinam-se à incorporação em computadores, servidores e equipamentos digitais diversos (leitores de MP3, telemóveis, câmaras fotográficas, consolas de jogos, entre outros).

Alojamento Web

Vídeo Google Datacenter

Nos últimos dias o Google tem revelado alguns detalhes acerca dos seus servidores e também das DataCenters.

Recentemente lançou um vídeo que mostra uma DataCenter com 45 mil servidores distribuídos por 45 contentores.

A Sun Microsystems também já vende mini-datacenters dentro de contentores, o chamado Blackbox Project.

Alojamento Web

Rapidshare Down (offline)

Rapidshare

Ao que parece, o Rapidshare está offline ou pelo menos não está acessível via browser, pois é ainda possível enviar um ping para os servidores e obter uma resposta.

Numa pequena consulta na pesquisa do Twitter, podemos verificar que várias pessoas se queixam do mesmo problema.

O Rapidshare é uma das maiores redes de servidores de partilha de ficheiros directos por http, que permite ter as melhores velocidades de partilhas, devido às ligações dedicadas e aos servidores disponíveis em todo o mundo.

Actualização: Rapidshare está de volta, parece estar tudo a funcionar em condições.

Alojamento Web

ThePlanet – Explosão na DataCenter H1

Como devem ter reparado, o WebTuga tem estado off desde há alguns dias. Tudo isto deve-se ao facto da DataCenter em que temos o nosso servidor dedicado alocado, ter tido um curto-circuito que fez com que não só o servidor do WebTuga ficasse sem energia, mas também 9000 outros servidores.

Felizmente ninguém ficou ferido e nenhum dos servidores ficou danificado, no entanto a equipa de incêndio aconselhou/não permitiu que o sistema de backup de energia fosse ligado de forma a não provocar outras pequenas réplicas deste problema.

A equipa ThePlanet tem estado a reunir esforços de forma a normalizar a situação. No meio de tanto azar, o Dragon ( nome que dá-mos ao nosso servidor/bicho de estimação ) estava localização no segundo piso da DataCenter, chamado de Phase 2, que já tem o problema resolvido, entre outros 6000 servidores. No entanto, os restantes 3000 servidores localizados na Phase1 estão ainda a ser alimentados por uma fonte de energia de backup, situação que deverá ser temporária e que irá provocar algum tempo de downtime nos próximos dias.

No meio disto resta-me pedir a compreensão de todos os clientes e utilizadores do WebTuga, pedimos desculpa se de alguma forma não fomos ao vosso encontro para vos esclarecer a situação, mesmo tendo sido tendo sido criado um blog temporário que substituiu a homepage do WebTuga Hosting.

Resta-me também dar o meu apoio a toda a equipa ThePlanet, que apesar de todo o azar, tem tentado resolver a situação de forma a diminuir os prejuízos a todos os seus clientes.

O mais difícil já está resolvido e pensemos pela positiva, em vez de serem 9000 servidores sem energia, poderiam ter sido 9000 servidores danificados.

E agora, vamos lá rapaziada que isto sem blogar durante 2 dias não dá com nada…

Alojamento Web

Wareando – Gerar links premium MegaUpload


Tanto o Rapidshare e o MegaUpload, como muitos outros serviços, têm contas premium opcionais para quem necessite de descarregar mais conteúdo dos servidores do serviço.

A grande vantagem das contas premium é não ter limites nem restrições ( quase ).

Para quem não estiver disposto a gastar uns trocos, pode sempre recorrer a geradores de links Premium.

O Wareando é isso mesmo, um site que lhe permite gerar links premium para o MegaUpload, podendo assim fazer downloads sem qualquer restrição.

site

Alojamento Web

CMS sem base de dados

CMS Sem base de dados

Hoje em dia, qualquer plano de alojamento de qualquer empresa de hosting tem suporte a pelo menos uma base de dados.

No entanto, para aqueles servidores que não têm suporte ou aqueles que atingiram o limite máximo da base de dados no seu plano de alojamento, existe uma solução para esse problema: usar um CMS que não use uma base de dados, mas sim um ficheiro de texto para guardar a informação.

Desta forma, os ficheiros de texto vão realizar a mesma tarefa que uma base de dados, não havendo a necessidade de haver outro módulo a correr no servidor para a base de dados, tal como no caso do MySql.

Em baixo, deixo algumas soluções de sistemas de gestão de conteúdo que não necessitam de base de dados para correrem.

Flatpress

Já aqui tínhamos falado acerca do Flatpress. Um cms opensource para a plataforma de blogging, bastante semelhante ao WordPress, mas que não necessita de base de dados MySql.

Usa o sistema de templates Smarty e tem o suporte para Widgets e Plugins, tal como no WordPress.

Caso queira e após a instalação e o uso intensivo do FlatPress, deseje instalar o WordPress, poderá importar a base de dados usando este script.

Pivot

O Pivot é uma ferramenta gratuita, distribuída sob a GNU Public General License, que lhe permite criar páginas dinâmicas, como pequenos blogs ou jornais online em PHP, sem a necessidade de funções ou base de dados adicionais.

A razão pela qual o Pivot usa ficheiros de texto e não uma base de dados para guardar a informação, é fazer com que o sistema possa correr numa quantidade maior de servidores possível.

Cute News

Cute News é um poderoso sistema de gestão de notícias que permite facilmente adicionar notícias, comentários, efectuar pesquisas e envio de ficheiros, tudo sem a necessidade de usar MySql.

Para além de um excelente editor WYSIWYG, apresenta ainda um sistema de templates bastante fácil de usar.

simplePHPblog

simplePHPblog é a mais simples ferramenta de criação de blogs que pode existir.

Com este cms poderá em poucos segundos ter o seu blog com as funções básicas e sem a necessidade de uma base de dados.

CMSimple

Um cms dividido em duas versões, uma comercial e outra sob as licenças GPL e AGPL 3. Visite o site do CMSimple OpenSource.

E pronto, penso que podemos ficar por aqui. Caso seja programador e tenha criado algum CMS, leia acerca do txtsql e faça uma versão do seu gestor que não necessite de base de dados.

Alojamento Web

eyeOS 1.6 – Gala Sync

eyeos 1.6 Gala Sync

Enquanto que no mundo dos sistemas operativos para desktop e servidores as atenções estão todas viradas para o Ubuntu 8.0.4 Hardy Heron, o mundo dos sistemas operativos on-line recebe grandes novidades.

Hoje nas minhas leituras diárias, reparei num "post" do meu colega Bit.ate do PlanetGeek que fala sobre a nova versão do eyeOS.

O famoso eyeOS, um sistema operativo on-line open-source, recebeu ontem uma das maiores actualizações desde a sua existência.

Na versão eyeOS 1.6 “Gala Sync”, todos os esforços foram centrados na melhoria da experiência do utilizador com este sistema, tendo sido implementadas novas aplicações e novas ferramentas que facilitam o desenvolvimento de web-apps para este sistema operativo.

Gala Sync tras novidades fresquinhas como um novo sistema de Drag and drop, novos widgets, um novo leitor de rss ( eyeFeeds ), um novo editor de texto com cores para as principais linguagens de programação e um sistema de auto-completar para facilitar a programação on-line, um IDE para desenvolvimento chamado eyeCode, uma nova calculadora e ainda um novo jogo chamado eyeTetravex.

No entanto a novidade mais relevante no eyeOS é a possibilidade de criar aplicações capazes de comunicar com o seu sistema operativo Desktop, sendo o eyeSync uma das primeiras aplicações que permite sincronizar os seus sistemas operativos.

Para já a versão 0.1 do eyeSync só está disponível para macOSx e para Linux, no entanto nas próximas semanas estará pronta para correr em Windows.

+info

Alojamento Web

Microsoft vai terminar o acesso ao Hotmail a partir do Outlook Express

stopA Microsoft anunciou que vai terminar o acesso ao Hotmail a partir do Outlook Express em Junho deste ano. Este é mais um prego no caixão deste cliente de email da Microsoft que servirá para aumentar a adopção do Windows Live Mail.

Apenas o Outlook Express será "bloqueado". O Outlook poderá continuar a ser usado, mas os utilizadores terão que actualizar a ferramenta de sincronização Outlook Connector. Outras aplicações, como o Thunderbird e qualquer outro cliente com suporte para POP3, poderão também continuar a ser usadas.

A razão para o fim do suporte do Hotmail no Outlook Express é a mudança do protocolo utilizado para comunicar entre as aplicações e os servidores do Hotmail. Em vez do WebDav, será utilizado o DeltaSync que, pela discrição, parece ser bastante similar ao IMAP, mas com a vantagem de suportar mais que emails.

via Inforworld.com e mes-newslive.blogspot.com

Nota: a imagem deste post é a autoria de Elephant wearing striped pants, que a disponibilizou sob uma licença Creative Commons 2.0

Alojamento Web

Microsoft Albany entra em beta

O Albany, o rival do Google Docs que a Microsoft está a desenvolver, entrou em beta privada. O anúncio foi feito pela empresa no seu site oficial.

O Albany é um serviço de subscrição que oferece aos utilizadores o Microsoft Office Home ou Student, o OneCare, o Microsoft Office Live Workspace e serviços Windows Live num único instalador.

Este seria um normal pacote de aplicações, não fosse a presença do Microsoft Office Live Workspace, que permite aos utilizadores guardar os seus documentos nos servidores da Microsoft.

Ao contrário do que a Microsoft diz em comunicado oficial, esta oferta aparece devido à entrada do Google Docs no sector empresarial e crescente popularidade no doméstico, e não devido ao desejo dos utilizadores.

O lançamento da versão final do Albany deverá ocorrer até ao final deste ano.

via Slashdot e eFluxMedia

Alojamento Web

Versão adulterada do FlashGet espalha trojan

Um grupo de criminosos conseguiu acesso aos servidores onde o conhecido gestor de downloads FlashGet está alojado e substituiu a aplicação por uma adulterada que, quando executada pelo utilizador, descarrega automaticamente um trojan.

A versão maliciosa do FlashGet esteve disponível para download durante 10 dias. Entretanto, já foi retirada e uma versão "limpa" já foi disponibilizada aos utilizadores. Curiosamente, o trojan descarregado pelo FlashGet está alojado nos próprios servidores da aplicação.

Se descarregaram o FlashGet nos últimos dias, verifiquem a presença dos ficheiros inapp4.exe, inapp5.exe e inapp6.exe no vosso sistema. Se encontrarem um deles, parabéns, foram infectados.

Quem fica mal na "fotografia" é a empresa que desenvolve o FlashGet; não porque a aplicação foi adulterada, mas por não ter notificado os seus utilizadores do sucedido.

via Baboo.com.br e Viruslist.com (Obrigado ao nosso leitor, Francisco Carinha, pela dica.)