GKrellM – Monitor de Sistema MacOSx, Windows e Linux

Icon Monitor

GKrellM é uma ferramenta que permite monitorizar o sistema operativo, seja ele Windows, macOSx ou Linux, permitindo-lhe obter informações do CPU, processos, rede, memória, bateria, ligação à Internet e ainda obter informações da sua conta no projecto Folding@Home.

Existem várias opções que lhe permitem expandir as funcionalidades do GKrellM, como por exemplo mostrar as ultimas strings guardadas no clipboard, ver a hora em cidades com diferentes fuso-horários, controlo o seu player de música, etc…

Este software de monitorização de sistema está disponível não só para os três principais, Linux, macOSx e Windows, mas também para FreeBSD, OpenBSD e NetBSD.

Alojamento Web

Icecat 3.0.3 em Português Europeu

Depois de algumas horas nisto, finalmente consegui compilar o Icecat 3.0.0.3 com suporte para o Português Europeu. Em vez de terem que descarregar o browser em inglês e depois instalar o pacote de idiomas, podem descarregá-lo já em português.

Para quem já não se recorda, o Icecat é uma implementação totalmente livre do Firefox. Não tem EULAs, nem pequenos bits proprietários. É tão livre como o Emacs ou o GCC.

Para disponibilizar o Icecat em português, usei a tradução portuguesa do Firefox. Essa tradução foi sujeita a algumas pequenas alterações, que poderão ver neste diff. Se quiserem agradecer a alguém, agradeçam à equipa que traduz o Firefox para português, porque o grande trabalho de traduzir este browser é deles.

Esta versão do Icecat foi compilada para o sistema GNU/Linux. Se o quiserem executar em FreeBSD, OpenBSD, Windows, Mac OS X ou qualquer outro sistema, descarreguem o código-fonte e compilem-no. O processo é, ou deverá ser, relativamente simples.

Se, por algum motivo, o browser aparecer em inglês, vão às opções avançadas (about:config), procurem a opção «general.useragent.locale» (sem as aspas) e alterem o seu valor para «pt-PT» (também sem as aspas).

Que as vossas navegações sejam livres!

Alojamento Web

Alternativas ao software da Adobe

Adobe Logo

A Adobe tem produtos fantásticos. No entanto, a maioria deles são pagos e o preço podemos dizer que não é muito acessível. Mas, para grandes males, grandes remédios.

Se as licenças do software da Adobe são caras, apesar de valerem o seu preço, nada melhor do que procurar por alternativas gratuitas, das quais algumas até poderão ser open-source. Por isso, fica aqui uma lista de aplicações alternativas ao software da Adobe.

Photoshop

O Photoshop é um poderoso editor de imagem que permite adicionar filtros e pequenos efeitos e dessa forma obter resultados espantosos. Como alternativa, temos para lhe apresentar o Gimp, uma ferramenta gratuita e opensource que permite obter resultados próximos dos obtidos no Photoshop.

DreamWeaver

Este é um dos mais completos IDEs para Web. O DreamWeaver permite utilizar templates pré-definidos e tem um sistema autocomplete para sintaxe de linguagens como PHP, CSS, JavaScript, entre outras. Por outro lado, temos o Nvu, com binários disponíveis para Linux, Windows, OSx e FreeBSD, torna-se numa simples aplicação que o irá ajudar a criar XML, CSS e JavaScript.

Adobe Premiere

Trata-se de um software de edição de vídeo bastante completo e ao mesmo tempo de fácil utilização. Funciona em conjunto com outras aplicações da Adobe e permite criar animações profissionais. Por sua vez, o Avidemux é uma boa opção ao Premiere, permitindo executar simples tarefas nos seus vídeos, tais como cortar pequenas partes, filtros e permite a automatização de tarefas. Está disponível sob a licença GNU GPL e funciona em Linux, BSD, MacOSx e Windows. Para além do Avidemux, existe também o cinelerra, que é tão bom ou ainda melhor que o Premiere.

Adobe Reader

Hoje em dia, a maioria dos documentos partilhados na Internet estão no formato PDF ou DOC. O Adobe Reader é uma aplicação que permite não só a visualização deste tipo de documentos em modo off-line, mas também online, integrando-se como plug-in no seu browser. Alternativamente, poderemos usar o Foxit PDF Reader em Windows, visto que em macOSx e em Linux já existem leitores de PDF por omissão, apesar do mesmo estar disponível para Linux e outras plataformas.

Adobe Flash

Cada vez mais presente nas mais conhecidas plataformas, a tecnologia Flash permite desenvolver aplicações e pequenas animações e reproduzir em vários gadgets, no entanto, a sua aplicação na criação de sites tem sido cada vez maior e agora que o Google passará a indexar sites com conteúdo Flash, poderá vir a ser uma grande aposta para o futuro. SMIL, ou Synchronized Multimedia Integration Language, é a opção ao Flash apresentada pela W3C.

Alojamento Web

Wormux – O Worms Livre e Grátis

Um dos jogos que joguei muito na minha infância foi o Worms, aquelas minhocas a saltar de um lado para o outro aos tiros, davam para entreter a família e os amigos por umas horas.

Para aqueles que utilizam o Mac, mas gostavam de ter o Worms, sem ter de recorrer à emulação, podem encontrar agora o Wormux. Continue reading “Wormux – O Worms Livre e Grátis”

Alojamento Web

Torna a PlayStation 3 num servidor multimédia com GNU/Linux

Um dos pontos fortes dos sistemas operativos livres, seja o GNU/linux, FreeBSD, OpenBSD ou outro, é a sua portabilidade: tanto podem correr num x86, como num x86_64, SPARC, PPC, etc. Isto faz com que seja possível usá-los em imensas plataformas.

Uma dessas plataformas é a PlayStation 3, da Sony, que pode ser usada como Media Server (servidor de conteúdos multimédia). Para saberem como a podem tornar no vosso servidor multimédia caseiro, leiam o tutorial do howtoforge.com.

Alojamento Web

Microsoft alarga tempo de vida do Windows XP nos computadores económicos

A Microsoft anunciou que vai estender o suporte para o Windows XP até 30 de Junho de 2010 ou até um ano após o lançamento de uma nova versão do Windows. O problema para os utilizadores do XP é que isto é só para as licenças vendidas para computadores económicos, como o Asus EEE PC.

Quem tiver uma licença do Windows XP para um computador "normal", vai ficar sem suporte em Junho deste ano. Ou, pelo menos, até a Microsoft decidir alargar novamente o prazo de vida do XP.

Quando chegar o fim do suporte do Windows XP, que irão fazer? Eu aconselho-vos vivamente a adoptar um sistema livre – aliás, aconselho-vos a adoptar um sistema livre já! Têm muito por onde escolher – GNU/Linux, FreeBSD, etc – e podem experimentar vários sem que isso não vos pese na carteira.

via efluxmedia.com

Alojamento Web

Transmission: o novo cliente bittorrent do Ubuntu

Várias mudanças são esperadas na próxima versão do Ubuntu. Uma delas é o novo cliente de bittorrent que virá instalado por defeito: o Transmission.

O Transmission está disponível para GNU/Linux, Mac OS X, FreeBSD, OpenBSD, NetBSD e Solaris, é muito leve e tem todas as funcionalidades necessárias a um cliente de bittorrent (UPnP, NAT-PMP, controlo geral e individual da velocidade de download e upload, etc).

A minha experiência com esta aplicação é muito positiva. Actualmente, é o meu cliente de bittorrent padrão, que uso para descarregar as várias distribuições que vou experimentando.

Esperem um excelente cliente de bittorent no Ubuntu.

via torrentfreak.com

Alojamento Web

Deixem jogar o Windows XP

Se já era sabido que o Vista é mais um falhanço, esta notícia vem confirmá-lo: em 36 horas, mais de 12 mil utilizadores assinaram uma petição da InfoWorld, chamada "Save XP", para a Microsoft não deixar de comercializar o Windows XP.

A InfoWorld, com esta petição, pretende manter o XP indefinidamente. Não percebo porquê, já que o Windows XP não é grande sistema operativo e o que não faltam são sistemas operativos a sério e modernos: GNU/Linux, FreeBSD, TrueBSD, OpenSolaris, Mac OS X, etc! Talvez fosse altura desta gente conhecer um sistema operativo a sério, digo eu.

"We’re going for the loud-and-clear option. Join us, and tell Microsoft that you want to keep XP available indefinitely. Not for another six months or a year but indefinitely. "

Se vocês têm o bom senso de não quer utilizar o Windows Vista, mas preferem manter um sistema sistema arcaico e mau (lamento, mas é esta a opinião que tenho), assinem a petição.

Fonte: Tek.sapo.pt

Alojamento Web

Sincronize o Google Docs com o OpenOffice

Se são utilizadores do OpenOffice e do Google Docs e gostavam de ter os dois sincronizados, o plugin OpenOffice.org2GoogleDocs é para vocês.

O OpenOffice.org2GoogleDocs permite sincronizar os documentos do vosso desktop e do Google Docs, para que tenham sempre uma cópia online e outra offline.

Este plugin é multi-plataforma, o que quer dizer que corre em GNU/Linux, Windows e Mac OS X – talvez até em FreeBSD. Basta apenas ter a versão 6 de Java instalada.

Para instalar o OpenOffice.org2GoogleDocs, têm que abrir uma aplicação deste pacote de aplicações de produtividade, ir ao menu "Ferramentas > Gestor de Extensões" e carregar o plugin.

{OpenOffice.org2GoogleDocs, via Lifehacker}

Alojamento Web

Criar máquinas virtuais online

A criação de máquinas virtuais para o VMware Player já pode ser feita online, graças ao Virtual Machine Creator. Este serviço web permite criar uma máquina virtual  do Windos 3.1 ao Windows Vista; do Red Hat a uma versão genérica de GNU/Linux; do NetWare à FreeBSD.

Para além de escolher o sistema operativo, os utilizadores podem escolher a quantidade de memória ram que querem designar para a máquina virtual, e também o tamanho da drive virtual.

Depois de criada a imagem, o utilizador terá que fazer o download de um arquivo zip com dois ficheiros: o ficheiro de configuração do VMWare e o disco virtual do VMWare. De notar que as imagens estão em branco, prontas para instalar o sistema operativo escolhido.

Virtual Machine Creator