Um dos jogos mais esperados do ano para PC é o Grand Theft Auto IV da Rockstar Games.

Depois do lançamento do jogo para as plataformas de consolas da Sony e da Microsoft que já bateram recorde de vendas, o jogo tem gerado muita controvérsia.

Já há muito que se sabe que o GTA IV é um jogo violento, mas se não fosse violento ninguém o compraria, certo?

Apenas não percebo muito esta opinião de certos pais em relação a este jogo. O GTA é uma saga violenta? E o que se pode dizer acerca dos filmes de terror?

Antes de culparem os desenvolvedores de jogos ou os productores de filmes, os pais deveriam instruir os seus educandos de forma a ensinar-lhes o que é real do que é irreal, ficção ou animação.

O GTA é um jogo… os jogos servem para nos divertir-nos. Sem violência os jogos seriam monótonos.

Todo este artigo tem um propósito, dar os parabéns à Rockstar pela inovação que tem trazido aos videojogos, não só com o GTA, como também o Max Payne e o Bully.

E também dar os parabéns à Rockstar por me ter despertado para novas tecnologias e me ter "obrigado" a criar um site sobre GTA San Andreas, que acabou por ter um fórum que mais tarde se viria a tornar no WebTuga que é hoje em dia uma referência tecnológica.

Bons jogos…

10 COMENTÁRIOS

  1. Provavelmente eles ainda não chegaram à solução básica para este tipo de situação.

    Se os pais estão assim tão preocupados com este jogo basta não os oferecerem aos filhos. 😐

  2. Cenourinha não podia concordar mais.
    O que seriam os vidios jogos sem a violência iam perder interesse..

  3. A questão aqui está na deturpação de mentes frágeis e influenciáveis. Os dementes violentos (psicopatas) têm actos homicidas na maioria das vezes influenciados por jogos ou filmes violentos; se um jogo pode por em risco a segurança da população mundial não vejo porque não acabar com o mesmo!

    Alarguem os vossos horizontes e lembrem-se que nem todos têm a vossa sanidade mental.

    Bom jogo 😉

  4. Os jogos por alguma razão tem lá a idade recomendada, mas os pais não conseguem dizer não aos filhos ( ou pior estão se a lixar para o que eles jogam ou vêem na tv/internet )

    O problema é o descuido geral em relação a todas as formas de media para “ensinar” uma criança a ser mais violenta, eu sempre joguei jogos violentos, mas não sou violento, porque desde o inicio sempre fui avisado pelos meus pais que era um jogo e claro controlado para ver se realmente tinha percebido a mensagem.

    E sim os jogos violentas tem a sua piada, por ser uma realidade virtual, se fosse real nao gostava.

  5. Eu desde sempre joguei Postal 2 e não é por isso que ando a urinar em cima das pessoas ou a enfiar MP5 no rabiosque dos gatos…

    O que as pessoas têm de se mentalizar é que os jogos servem para se divertir, não passando por vezes de ficção.

  6. Eu ja a mt tempo joguei as varias versões do GTA bem como outro tipo de jogos de carácter violento e tambem fui consumidor de musica q mts consideram vioenta e nos meus 21 anos nunca tive nenhum comportamento incorrecto (ilegal) por isso n usem esses pretextos para descartar-se das culpas, culpas essas q so devem ser dirigidas ao bom senso da pessoa bem como aos educadores desses menores.

  7. A culpa disso e dos pais claro, eles que nao sabem educar os seus filhos precisam de um bode expiatorio para colocar as culpas no porque de os filhos sairem uns “falhados” face ao que deveriam ser.
    Vejamos, antes diziam que a escola nao educavam os filhos. Ora todos sabem que os pais e que tem essa funçao, ponto.
    Agora é “O meu filho bate-me” e colocam as culpas nos jogos, por amor… eu sempre joguei GTA, Unreal, CS etc etc e nao ando ai com armas a matar pessoas so porque os jogos ensinaram-me isso até porque quem joga sabe que na vida real e mto diferente, ate porque na vida real nao tens “vidas” so tens uma e acabou.

    Até vi uma noticia algures na net em que na america alguns snipers eram escolhidos com a esperiencia de CounterStrike lol vou ver se encontro e dps posto aqui.

  8. os pais é que estão sendo ingenuos,acreditando que uma criança de 7 anos ñ consegue diferenciar um jogo e a realidade.E tem gente que tem mente fraca,que se deixa influenciar por qualquer coisa que vê na televisão,como aquele garotinho “burro” do Rio de Janeiro que pulou da janela achando que era o super-homem,no começo do ano.
    desculpe o termo utilizado,mas uma criança de 6/7 anos sabe que um desenho animado ñ é realidade,e só sendo muito BURRO pra confundir os dois(realidade e ficção).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.