Primeiro Hackintosh à Venda, Advogados da Apple Compram BMW

Uma companhia de nome Psystar decidiu começar a comercializar um PC, alegadamente 100% compatível com o kernel de origem do Leopard, apenas com uma pequena patch: um emulador de EFI.

Por 554$, a empresa vende uma torre com um Core 2 Duo a 2,2 GHz, 2GB de RAM e 250GB de HDD. Para a empresa, o maior trunfo deste produto é a sua superioridade em especificações comparando com o Mac Mini, o mais barato Mac, por um preço mais baixo. A cópia do Leopard incluída é legal, uma vez que foi paga, mas ilegal pois não cumpre o EULA.

O PC é capaz de usar o Leopard, graças ao projecto OSx86, que permite correr qualquer Mac OS X desde o Tiger 10.4.4 num PC vulgar.

Com a afluência de visitas à sua página, o site da empresa está offline, motivo pelo qual não deixei link.

Por outro lado, os advogados da Apple já encomendaram os seus BMW e Steve Jobs mais um Mercedes.

Author: agfrg

Blogger e estudante, nada faz dos seus tempos livres além de escrever sobre apple. Quer um dia vir a ter um mac a sério.

2 thoughts on “Primeiro Hackintosh à Venda, Advogados da Apple Compram BMW”

  1. O MAC mini está ridiculamente desactualizado em comparação com os outros produtos! É ridículo, principalmente porque é a gama de entrada no mundo mac, e portanto que tem mais potencial para trazer novos clientes para esta plataforma! Não precisava de ser mais potente desde que fosse mais barato, o preço exigido não faz qualquer sentido, e há quantos meses é que já não leva um update???

  2. Por outro lado apenas está a ver o lado do hardware. Lembre-se que o Mac Mini é um computador que inclui software, e o software também tem os seus custos. O PC que vê acima referido é Hardware + Leopard, a isto ainda se tem que incluir o iLife e a estabilidade e garantia de segurança que apenas o hardware da Apple pode garantir ao Leopard. Um update de kernel a este PC e o Leopard nele vai-se à vida. Depois tem que se voltar a instalar, isto e aquilo e acolá, e muitas das pessoas que comprarão/comprariam esta máquina não têm conhecimentos para tal, pelo que ficam com mais de 200 dolares em licenças na mão, e que não as podem usar. Além do mais, colocar o hardware do Mac Mini dentro de uma torre de PC é mais fácil e mais barato que colocar no Mac Mini, fazendo como é obvio o hardware do PC mais barato. Ah, e como os macs usam CPU de portátil, menos no Mac Pro, estes ainda são mais caros que um vulgar CPU para desktop.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.